Fundo para investigações e novas narrativas sobre drogas

Fundo para investigações e novas narrativas sobre drogas

A Fundação Gabo e Open Society Foundations convocam para a primeira edição do Fundo para investigações e novas narrativas sobre drogas.

Durante décadas, fenômenos relacionados às drogas tiveram um papel protagonista na agenda mediática da região, sobre tudo desde a investigação e cobertura do narcotráfico e a violência. Isso resultou num alto preço para os jornalistas que trabalham dia após dia em meio a ameaças, sequestros e assassinatos. Não são repórteres de guerra, mas muitos deles usam colete à prova de balas enquanto resistem e continuam trabalhando para informar.

No entanto, a preponderância do foco na violência contribuiu para que a mídia ignore muitas variantes, histórias e ângulos científicos, econômicos, sociais e culturais em torno à produção e consumo de drogas; facilitando a que certos setores e atores difundam crenças desinformadas e narrativas falsas. Inscreva-se aqui para o Fundo para investigações e novas narrativas sobre drogas (certifique-se de alterar o idioma para português).

Para isso, o Fundo para investigações e novas narrativas sobre temas relacionadas às drogas vai entregar bolsas entre US $ 2.500 e US $ 8.000 para até 25 jornalistas da Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, México, Paraguai e Peru, para que desenvolvam investigações e coberturas sobre drogas que ampliem a visão a partir da qual abordam o assunto e que aumentam a profundidade das peças jornalísticas nas seguintes linhas temáticas:

  • Saúde pública: criminalização e regulação, uso problemático de drogas e tratamento de vícios, impactos e resultados da legislação sobre os usuários finais. 
  • Direitos humanos: a guerra contra as drogas, minorias, mercados urbanos de drogas (micro tráfico), prisões, repressão e militarização, governança e narcotráfico na política.
  • Jovens e mulheres: vulnerabilidade e estigmatização, vitimização, pobreza e marginalidade, empoderamento e agência.
  • Meio ambiente: desflorestamento, poluição e conflitos ambientais.
  • Dimensão rural: cultivos ilícitos, produtores, desenvolvimento rural, atores armados, economias ilegais e erradicação.

Este fundo de bolsas, em parte é apoiado através de uma subvenção do Programa Global de Política de Drogas da Open Society Foundations. O valor outorgado para cada participante será decidido com base à proposta enviada, orçamento e foco da investigação. 

*As retenções obrigatórias por lei e as taxas bancárias serão deduzidas do valor da bolsa.

» Quem pode participar?

A convocatória está dirigida para repórteres, escritores, fotógrafos, videógrafos e jornalistas freelance ou vinculados à mídia no Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, México, Paraguai e Peru. Os jornalistas nacionais terão prioridade, mas também serão consideradas propostas de jornalistas estrangeiros que morem ou que trabalhem nos países supramencionados.

Da mesma forma, independentemente do tema dos projetos que forem inscritos para o  Fundo, eles devem enquadrar-se em uma das três categorias a seguir:

  • Jornalismo de investigação:

Esta categoria aplica para jornalistas freelance ou vinculados à mídia. Para se inscrever devem enviar uma proposta de história de investigação para desenvolvê-la em texto, rádio/podcast, vídeo ou fotografias.

  • Jornalismo local: 

Esta categoria aplica para jornalistas freelance ou vinculados às mídias jornalísticas –incluindo rádios comunitárias- que produzam peças jornalísticas de âmbito estadual ou local. O projeto inscrito deverá concentrar-se nos problemas que afetam às regiões nas quais vivem e/ou trabalham.

  • Jornalismo inovador:  

Esta categoria é aplicada para projetos liderados por jornalistas freelance ou vinculados às mídias jornalísticas de âmbito local, estadual, nacional ou regional que visam capturar os resultados de suas pesquisas, investigações ou cobertura em narrativas e formatos inovadores. Isso inclui documentários multimídia, editoriais em vídeo, projetos com componentes de jornalismo colaborativo com o público, sátira jornalística e outros tipos de formatos não tradicionais no jornalismo.

Ressalva: O Fundo para investigação e novas narrativas sobre drogas está sujeito às leis dos Estados Unidos e às disposições do Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros (OFAC – por suas siglas em inglês) desse país. Portanto, no caso de inscrições de jornalistas colombianos ou matérias que incluam trabalho na Colômbia, os bolsistas não podem aspirar em seu projeto a utilizar os recursos do Fundo para entrevistar pessoas físicas ou jurídicas sancionadas pela OFAC. Você pode consultar a lista completa de pessoas e entidades sancionadas aqui.

» Como o Fundo vai funcionar?

Durante 6 meses com o acompanhamento de um tutor e do diretor acadêmico do projeto, os 25 jornalistas selecionados, vão receber assessorias para fortalecer seu trabalho de investigação. Vai contar com canais individuais e grupais para fazer seguimento dos avanços e assessorias. 

» Requisitos para a inscrição

Antes da sexta-feira, 8 de novembro, às 12 horas (horário da Colômbia), o formulário de inscrição deve ser preenchido através da plataforma da Fundação Gabo e  anexar:

  • Uma proposta da investigação neste formato. A proposta deve incluir a linha temática, justificativa e motivação para investigá-la, orçamento* valor estimado em dólares, cronograma geral do trabalho, formato no qual ele será desenvolvido  (texto, fotografia, vídeo, multimídia, rádio/podcast) e uma lista representativa das pessoas/instituições que você entrevistará.
  • Uma autobiografia de até 800 palavras, na qual enfatize sua experiência jornalística e conte o que lhe motiva para participar dessa bolsa. Caso você inscreva a uma equipe jornalística, você deve enviar um único documento com a autobiografia de cada membro. Este texto é um dos elementos de avaliação para a seleção e deve ser preparado antes do preenchimento do formato online. Currículos convencionais não serão considerados
  • Um trabalho que tenha sido publicado no ano passado.
  • No caso de que se trate de um jornalista vinculado a um meio de comunicação jornalístico, este deverá apresentar uma carta de apoio da (s) mídia (s) onde a investigação será publicada. No caso dos jornalistas freelance, será dada atenção especial àqueles que contem previamente com uma carta de apoio de uma mídia; Quem não a tiver, receberá apoio do Fundo na busca de mídias interessadas na publicação da peça e deverá para isso, apresentar esse formato.

*O orçamento não deve incluir a compra de equipamentos por valores superiores a USD 2.000 (dois mil dólares).

OBS: Somente serão consideradas as inscrições on-line feitas através do formulário de inscrição no site da Fundação Gabo que contenham os anexos dos formatos anteriormente mencionados. As inscrições por e-mail ou através das redes sociais não serão consideradas.

» Entrega das bolsas

  • 40% da Bolsa serão entregues em uma conta bancária que estiver em nome da pessoa ganhadora, no prazo de trinta (30) dias posteriores à publicação dos selecionados, e assim que o participante enviar a documentação administrativa requerida.
  • 30 % serão entregues em uma conta bancária no mês de fevereiro de 2020, após o prévio envio do relatório dos avanços ao assessor ou ao diretor acadêmico do Fundo.
  • Os 30 % restantes serão entregues assim que a história for publicada. Os projetos  financiados com os recursos do Fundo, devem ser publicados até o dia 10 de maio de 2020.

*As retenções impostas pela lei e as taxas bancárias serão deduzidas do valor da bolsa.

» Como se inscrever 

Para inscrever-se na Bolsa de produção de investigação siga os passos a seguir:

1. Clique aqui.

2. Inicie sessão na nossa nova plataforma de inscrições (certifique-se de alterar o idioma para português) ou, caso ainda não tenha conta, cadastre-se com seu e-mail, com a sua conta de Facebook ou Google.

4. Preencha o formulário mostrado pela plataforma e anexe os documentos requeridos mencionados em 'Requisitos para a inscrição'.

5. Clique em enviar.

Para obter mais informações ou ajuda, entre em contato conosco, escrevendo para jarrieta@fundaciongabo.org

Para obter respostas sobre perguntas frequentes referentes ao processo de inscrição, leia  “Como inscrever-me em um workshop na nova plataforma da Fundação Gabo”.

Más noticias

©Fundación Gabo 2019 - Todos los derechos reservados.